Back to Agenda

A Escolha

Ines Ribeiro

Autor: Inês Ribeiro, 1ºano do CLE
[dt_social_icons animation=”none” alignment=”default”][dt_social_icon target_blank=”true” icon=”mail” link=”mailto:sofiaribeiro.esrt@gmail.com” /][/dt_social_icons]

A Escolha

Não sei bem o que vi em Enfermagem. Lembro-me de estar numa palestra de secundário e ouvir que a oradora era enfermeira e professora numa escola de enfermagem, receber um panfleto do curso e pensar “porque não?”, e, desde aí, não sei bem como vim aqui parar.

Inicialmente, queria ser arquiteta, mas percebi que não sabia desenhar. Mais tarde, quis ser jornalista – acho que a paixão ficou, mas o sonho não. Já ultimamente no ensino secundário, quis fazer autópsias, porque os mortos têm direito a ter uma voz, mas porquê ajudar mortos?? Não é como se eu pudesse trazê-los de volta… Por fim, toda a minha ideia de Enfermagem – porque não ajudar vivos? Porque não dar-lhes alguma paz?

No fim de toda esta confusão de empregos, por muito decidida que eu fosse, até eu própria duvidava da minha capacidade de decisão. Seria capaz de perceber realmente o que queria fazer??

Hoje, sei que fui. Sei que foi a melhor opção que alguma vez tomei, e sei agora, apesar de não ter noção do que vi em Enfermagem além de um “porque não”, que tenho um amor gigante a todo este curso, esta profissão, esta vida. Como Florence Nightingale dizia, “escolhi Enfermagem porque amo e respeito a vida”, e eu não o poderia dizer melhor.

Share this post

Back to Agenda